HEDYNHO

30 Respostas sobre Mountain bikes

30 Respostas sobre Mountain bikes

 trilhaQual a pressão correta para os pneus? O que é necessário levar quando sair com minha bicicleta? E o capacete? Trouxemos respostas para estas e outras várias questões que já devem ter passado pela sua cabeça, entre uma pedalada e outra

Andar de bicicleta, apesar de fácil, é uma atividade que tem lá suas doses de complicação. Logo, é natural que surjam as mais diversas dúvidas. Reunimos algumas importantes. Confira.


1)É necessário usar calções de lycra para andar de bicicleta?
É o mais recomendável. De preferência, bem justa nas pernas. Mesmo nos passeios mais tranqüilos, convém usá-las. Você se sentirá mais cômodo e sem roçar no selim.

2) Mudo meus pedais normais por uns de encaixe?
É uma opção muito recomendável, especialmente se você utiliza a bicicleta freqüentemente. Aprendendo a encaixar e desencaixar o pé do pedal, você terá mais segurança dos que utilizando os pedais normais (de plataforma). Seu rendimento será muito melhor. Muita atenção quando colocar os encaixes na sapatilha: seu pé não deve ficar torto. Isso evitará problemas nos joelhos.

3) Porque os selins são cada vez mais estreitos e pouco acolchoados ?
Se você é um daqueles que anda pouco de bicicleta, pode optar por um selim mais largo. Se pedala constantemente, por várias horas seguidas, não há nada como um selim estreito para evitar problemas de possíveis assaduras e "tirar" o peso extra.

4) Qual a pressão correta para os pneus?
É algo muito variável. Depende do próprio pneu, aro e, inclusive, da câmara de ar. Além de nosso próprio gosto. Para que tenha uma idéia e dependendo do seu peso, a melhor maneira é o teste do dedômetro. Muito cheio e bem duro é ideal para asfalto ou terrenos com poucos buracos e pedras. Cuidado para não deixar muito vazio e correr o risco de furar em uma pedra. Isso é muito pessoal.

5) Qual a posição correta do selim, com a ponta para cima ou para baixo?
O correto é utilizá-lo sempre na posição horizontal, em relação ao solo. Em descidas, a tendência é levá-lo ligeiramente levantado na ponta, o que faz com que fiquemos com o corpo mais inclinado e com um peso maior sobre a roda traseira. Há quem prefira ao contrário, devido aos problemas de coluna, ou para evitar dores lombares em subidas mais prolongadas.

6) Com um guidão sobrelevado consigo manejar bem a bicicleta?
Muito provavelmente. Uma altura mais elevada, maior largura e maior retrocesso produzido pela curvatura, farão com que sinta maior segurança e controle da bicicleta. Além disso, poderá superar obstáculos de uma maneira mais natural e seu desempenho será melhor nas descidas.


7) É necessário ter o selim tão alto?
Para evitar lesões e o cansaço prematuro, temos de utilizar o selim na altura correta, o que para muitos pode ser sinônimo de muito "alto", à primeira vista. A altura é determinada pela seguinte fórmula: a medida que vem desde o solo até a coxa em centímetros, multiplicado por 0,88. O resultado é a distância desde o eixo do pedal até o ponto médio da superfície do selim. O joelho fica levemente dobrado.


8) Pneus de cravos ou semi slick?
Se prefere andar em asfalto ou terrenos compactos de dificuldade baixa e secos, assim como em provas onde a velocidade é primordial, o ideal é um semi slick. Em qualquer outro caso, num uso normal da mountain bike, o que resulta em cerca de 95% das ocasiões, o ideal é o pneu com cravos.


9) Quando é que devemos lubrificar a corrente?
Sempre que utilizamos a bicicleta é importante verificar se ela não está seca. Com isso utiliza-se um óleo especial, próprio para bicicletas, para esta operação. O mais correto é aplica-lo no interior da mesma (no contato da corrente com a coroa) para que dessa forma se distribua mais uniformemente por toda superfície. Não encharque a corrente, uma gota por elo basta!


10) Luvas sem dedos ou completas?
Depende do gosto de cada um. Para mountain bike, as luvas completas, principalmente se tiverem proteção, são a melhor opção. Numa queda a proteção será muito maior do que as sem dedos.


11) Quando é que devo centrar as rodas?
A cada vez que as rodas empenarem ou quando notarmos que a sapata do freio roça no aro. Depende também daquilo que montarmos na bicicleta ou das condições da rota. É natural que tenha de centrá-las após um dia "bastante puxado". O ideal é fazer esse serviço em uma loja especializada.


12) O que acontecerá se um dos raios se partir no meio do nada?
Tente retirar o raio do aro, desenroscando-o na cabeça e retirando-o. Uma alternativa é enrolá-lo ao raio mais próximo. Convém afrouxar os raios seguintes algumas vezes, com uma chave multiuso ou própria para raios. Posteriormente, coloque um raio novo de características semelhantes ao que se partiu.


13) O que é necessário levar quando sair de bicicleta?
O principal seria uma câmara de ar, um kit remendo para pneus, bomba, uma chave multiusos completa (que inclua chave de raios e de corrente).


14) É melhor bebermos apenas água?
O melhor é misturarmos uma pequena quantidade de um produto energético ,um isotônico de nossa confiança ou uma colher de sal e outra de açúcar. Desta forma permaneceremos um maior tempo corretamente hidratados e recuperamos os sais minerais eliminados pelo suor.


15) É melhor usarmos "camelbak" do que caramanholas?
Para percursos maiores os camelbaks são ideais, pois conseguem transportar cerca de três litros de água, além de termos lugares para guardar a bomba, chaves, celular... Sem incômodos. Em saídas curtas, a caramanhola é suficiente. Duas apenas se não houver local para reabastecimento.


16) Como devo limpar corretamente a minha bicicleta?
Devemos lavar a bicicleta com água a baixa pressão, com especial precaução nos cubos, eixo dos pedais, suspensões, para em seguida colocarmos "mãos à obra" com uma esponja, esfregando da direita para esquerda. Por último, devemos deixar secar ao ar livremente. O "toque final" deve ser dado com um pano de algodão.


17) Quando devo substituir a corrente?
É algo muito variável. Depende do uso que damos à bicicleta, quais as condições e cuidado que temos com ela. Uns 3.000 km de uso são uma boa referência para substituirmos a corrente. É possível medir melhor o desgaste com calibradores, como os que oferecem as marcas Park Tool ou Rohloff.


18) Como o capacete deve estar corretamente ajustado em nossa cabeça?
É conveniente que as correias não estejam nem muito apertadas, nem frouxas. Procure que ambas as partes fiquem simétricas (ou quase), para que o fecho fique numa posição cômoda e tenhamos margem de ajuste das orelhas e na própria tensão do fecho. Convém ajustar bem as passadeiras em baixo das orelhas, para que o capacete não solte e também escolher a espuma interior certa, para que o capacete não mexa em sua cabeça.


19) Câmara de ar de bico fino ou grosso?
É igual. Há quem se "encante" pelo bico grosso, porque permite encher em mais postos de gasolina. Outros peferem o fino, porque é a verdadeira "válvula da bicicleta" e é compatível com todos os aros do mercado.


20) A que altura coloco os manetes dos freios?
O ângulo ideal será entre 30 a 45 graus na horizontal e segundo nossos gostos. O importante é que fiquem numa posição natural e que respeitem a inclinação dos nossos braços sobre o guidão, como se fosse um prolongamento dos mesmos, isto é, o pulso não deve ficar dobrado para cima e nem para baixo.


21) Em uma bicicleta de mountain bike é necessário ter bar ends, aqueles chifres ao lado do guidão?
Nem sempre. Este é um aspecto que depende do gosto de cada um. Até pouco tempo quase todos os bikers usavam bar ends nas provas e treinos, mas esta situação mudou. Um exemplo dos que não usam bar ends é Roland Green, vencedor da Taça do Mundo.


22) Os pneus dianteiro e traseiro têm de ter desenhos de cravos diferentes?
Não necessariamente, apesar de muitos fabricantes possuírem desenhos diferentes para o pneu dianteiro e para o traseiro. Há uma infinidade de exemplos a favor ou contra, no entanto, não é algo que faça grande diferença.

23) Tenho de lubrificar o canote do selim?
Sim, é conveniente, principalmente, se você não desmonta. A lubrificação fará com que não adira totalmente às paredes do tubo do selim e possamos movê-los mais facilmente. Um pouco de óleo é suficiente, se não, de nada nos servirá o aperto do selim.


24) De que lado deverá estar colocado a blocagem da bicicleta, aquela chave de aperto rápido das rodas?
Geralmente o aperto rápido, mais conhecido como blocagem, deverá estar colocado do lado esquerdo, apesar de também poder ser colocado do lado direito. Os fabricantes de freios à disco indicam esta segunda opção, pois devemos evitar tocar com as mãos no próprio disco para evitar queimaduras se ainda estiver quente por causa do uso dos freios.


25) E o amortecedor?
No amortecedor é melhor não mexer. Apenas requer que você o mantenha limpo e bem cuidado. Em condições de muito pó ou lama, é recomendável utilizar um protetor de "neoprene", para evitar um desgaste prematuro. Alguns possuem regulagem, deixando mais mole ou mais duro. Se surgir algum problema procure uma loja especializada.


26) É necessário usar lentes de cores distintas nos meus óculos?
É recomendável. Ao termos várias lentes, melhoramos o contraste e a visão, dependendo do tipo de clima que faça. Em dias de muito sol e muita intensidade de luz, as lentes do tipo espelho nos protegem fortemente dos raios UVA.


27) É possível haver fissuras no meu quadro?
Sim, é possível. Observe sempre as partes que estão sujeitas a um maior stress. Isso pode acontecer em todas as marcas e convém não nos enganarmos.

28) Depois de vários meses voltei a pedalar e vi que os pneus da bike estavam rachados.
Isso é um caso bem comum para aqueles que não usam muito a bicicleta, os pneus racham e a única alternativa é trocá-los.


29) Sempre quando troco de marchas em uma subida a corrente faz um barulho grande, um "track". O que eu faço?
Você está trocando de marchas na hora errada. O certo em uma subida é sempre pegar um embalo e nunca trocar de marchas na hora que a bike estiver bem pesada. Isso inclusive estraga sua corrente.


30) Os freios também fazem um barulho grande, parecem uma buzina...
É bem provável que ele esteja desregulado ou a sapata usada não é de boa qualidade.

 

  FONTE: SANPA BIKERS

 

   HEDYNHO  -  TOPO