HEDYNHO

Entendendo Rodas

Entendendo Rodas

 rodasAs rodas de uma bicicleta são constituídas por: pneus, aros, cubos e raios. As rodas podem ser bem distintas entre si, variando bastante em cada modalidade. É uma das partes mais complexas da bicicleta, devido a sua estrutura de raios tensionados. É também uma das partes mais importantes para redução de peso.

Aros

Aros, podem ter tamanhos diferentes, atualmente 19" (biketrial), 20" (biketrial e BMX), 24" (MTB e BMX), 26" (MTB), 27" (Speed) e 29" (MTB). Os "aro 26" são os mais populares no mountain biking e as outras medidas são até mais difíceis de encontrar.

Os materiais mais populares empregados na fabricação dos aros são alumínio e fibra de carbono. Alguns aros para freios v-brake possuem uma camada feita de uma liga cerâmica para aumentar o poder da frenagem. Porém, com a substituição cada vez maior dos v-brakes pelos freios a disco, esses tipos de aro estão caindo em desuso. O peso baixo e a alta rigidez é o que caracteriza bons aros.

Além disso, existem aros normais e os "tubeless". Estes últimos são adaptados para o uso sem câmara de ar. Nesse caso, sua estrutura é diferenciada para mantê-lo selado ao usá-lo com pneus específicos para esse sistema.

Cubos

cubosOs cubos são as partes centrais das rodas, onde são fixados os raios que os conectam ao aro. Os eixos, dianteiros e traseiros, ficam localizados dentro dos cubos girando por rolamentos (selados ou não). As principais características dos cubos dianteiros são:
- Tamanho do eixo: Eixo mais antigo presos com parafusos, eixos para blocagem (mais populares 9mm), eixos de 20mm e atualmente estão querendo popularizar o padrão de eixo de 15mm.
- Tipo de rolamento: selados ou esferas soltas.
- Quantidade de furos (raios): Variando muito. Os mais populares tem 32 ou 36 furos. Mas podem ter 20, 24, 28 ou qualquer número em rodas especiais.

Nos eixos traseiros:cubos
- Tamanho do eixo: Eixo mais antigo presos com parafusos, eixos para blocagem (mais populares 9mm), eixos de 12mm.
- Tipo de rolamento: selados ou esferas soltas.
- Quantidade de rolamentos: podem ter de 2 rolamentos até 6 ao redor do eixo, para conferir maior resistência.
- Quantidade de furos (raios): Variando muito. Os mais populares tem 32 ou 36 furos. Mas podem ter 20, 24, 28 ou qualquer número em rodas especiais.
- Quantidade de engates: Quanto mais engates, menos rotação do pedivela é preciso para começar a tracionar a roda.

 Raios

raiosPresos aos cubos, estão os raios, que também são presos nos aros. Podem ser de aço, titânio, carbono ou alumínio, sendo os mais populares e baratos os de aço. Raios de melhor qualidade são menos propensos a falha e mais leves. Possuem diferentes tamanhos, pois precisam satisfazer as medidas dos cubos e dos aros. Para calcular o tamanho é preciso usar algum software ou calcularaiodoras específicas, porém, mecânicos experientes sabem as combinações mais populares e o tamanho certo a se usar. Usar tamanhos maiores pode deixar uma ponta dentro do aro que pode furar a camara de ar.

Além disso, existem diferentes tipos de enraições. A diferença está em quantas vezes cada raio "cruza" com raios vizinhos. Em geral, quanto mais cruzamentos, mais forte a roda e mais pesada (pois os raios precisam ser mais longos) e até existem enraiações retas, sem cruzamentos, que são mais leves, mas precisam de cubos especiais. Existem exceções, mas é um assunto muito complexo.

Existem também raios especiais, feitos para cubos e aros específicos, que não podem ser usados em outras combinações.

Pneuspneus

Existem diversos tipos de pneus, para diversos tipos de terreno e muitas modalidades de ciclismo.

Escolha um que se adapte ao tipo de ciclismo que  que você quer praticar.

 

                             

 Fonte: Pedal.com.br

  HEDYNHO TOPO